Basquete

Brasil faz sua parte, supera Nigéria, mas não avança no Rio 2016



A Seleção masculina de basquete até fez sua parte, ao vencer a Nigéria por 86 a 69 nesta segunda-feira na Arena Carioca 1, mas, como a Argentina perdeu para a Espanha, não avançou às quartas de final dos Jogos Olímpicos. Com o triunfo, o time de Ruben Magnano encerrou sua participação na primeira fase com duas vitórias e três derrotas no basquete masculino.

O primeiro quarto do jogo foi equilibrado, do início ao fim. O único momento de domínio foi nigeriano, já na segunda metade do período. O placar mostrava 8 a 7 para o Brasil, quando os africanos reagiram com seis pontos consecutivos, abrindo 13 a 8.

Ainda assim, a Seleção se recuperou e não deixou os adversários abrirem larga vantagem. Assim, ao fim do quarto, o resultado era 16 a 15 para a Nigéria.

No segundo período, a situação mudou. O time de Ruben Magnano foi dominante, conseguiu virar o confronto e abrir distância. Com bom desempenho ofensivo, marcando 27 pontos no quarto, a equipe da casa foi para o intervalo com vantagem de 11 pontos: 42 a 31.

Na volta dos vestiários, o Brasil manteve-se firme, segurando a vantagem na casa dos dez pontos. Nos minutos finais do terceiro período, a seleção nigeriana cresceu um pouco e tirou a distância para seis. Nos últimos segundos, Leandrinho teve dois lances livres, acertando um. Assim, o jogo chegou ao último quarto com o Brasil vencendo por 59 a 52.

Nos 10 minutos decisivos, a partida ficou dramática. Logo no início do quarto, os comandados de Magnano viram a distância cair para quatro pontos. Nervosos, os times ficaram dois minutos sem conseguir pontuar, até Nenê converter dois lances livres, faltando 6 minutos para o fim.

A Seleção melhorou seu rendimento e conseguiu abrir 12 pontos, já na segunda metade do quarto final. Depois disso, o time manteve a frente, aumentou a diferença e administrou a vitória, que veio pelo placar de 86 a 69.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.