Olimpíadas

Em mais de 4 horas, Murray bate Del Potro e é bicampeão olímpico



Andy Murray é bicampeão olímpico. Neste domingo, o tenista britânico superou o argentino Juan Martin Del Potro na final do torneio de tênis por 3 sets a 1, com parciais de 7/5, 4/6, 6/2 e 7/5, em 4h02 de partida.

Logo no início o jogo deu mostras de que seria equilibrado. Murray começou sacando e enfrentou dificuldades até conseguir fechar seu game de serviço. Na sequência, foi a vez de Del Potro sacar. Apesar de ter um saque poderoso, o argentino sofreu com as boas devoluções do adversário. O game teve nove igualdades até terminar em favor do britânico.

Com 2/0 no placar, Murray diminuiu um pouco a intensidade e permitiu que Del Potro reagisse na partida, vencendo o game e devolvendo a quebra de saque. Em seguida, porém, o argentino voltou a ter dificuldades e teve seu serviço quebrado novamente, sem conseguir fazer um ponto sequer. Murray abriu 4/1, mas permitiu que Del Potro fizesse três games seguido e empatasse o jogo.

A partida seguiu equilibrada. Sem poder falhar, Del Potro sacou com 5/4 contra e não teve problemas para deixar tudo igual. Na sequência, Murray confirmou seu serviço e mais uma vez colocou pressão no adversário. O argentino acusou o golpe e não suportou a força do britânico, que conseguiu a quebra e fechou o primeiro set em 7/5.

Sem se abalar, Del Potro começou bem a segunda parcial e logo quebrou o saque do rival. Depois, precisou salvar break points em seu serviço para fazer 2/0. Murray diminuiu a diferença, mas o argentino manteve a vantagem após um game tranquilo. A tônica do jogo seguiu assim, com os dois tenistas confirmando seus serviços, até Del Potro sacar e fechar o set em 6/4, empatando o confronto.

Na terceira parcial, os dois atletas elevaram o nível, principalmente em seus games de saque. Sem ceder oportunidades de quebra, Murray e Del Potro foram confirmando seus serviços e o jogo era igual. No quinto game, porém, o argentino sentiu o cansaço e não conseguiu fazer diferença com o saque. O britânico se aproveitou e conquistou a quebra em uma direita errada do rival.

Embalado, Murray logo abriu 40/0 em seu serviço, mas cedeu dois pontos ao adversário, que ensaiou uma reação. O britânico, no entanto, não deu chances ao azar e fez 5/2, jogando a pressão para o outro lado. Del Potro voltou a ter problemas no saque e viu Murray abrir 0/40, Apesar de conseguir fazer um ponto, o argentino perdeu o set em um winner de devolução.

O quarto set começou com um festival de quebras. Nos primeiros quatro games foram quatro quebras de saque, sendo duas para cada lado. No quinto game, enfim, veio uma confirmação de serviço. Mais consistente, Murray fez 3/2. Na sequência, Del Potro empatou. O britânico voltou a perder o saque e o argentino aproveitou para abrir 5/3. No entanto, Del Potro não aproveitou a oportunidade de sacar para fechar a parcial.

Vivo no set, Murray não só empatou como virou o jogo, ficando a um game da vitória e pressionando Del Potro. Precisando confirmar o saque para seguir no jogo, o argentino sentiu a pressão. O britânico se aproveitou e garantiu o bicampeonato olímpico, depois de uma esquerda na rede do adversário.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.