Aquáticos

Isaquias comemora feito histórico e Erlon fala de “prata com gosto de ouro”



Primeiro atleta brasileiro a conquistar três medalhas em uma só edição dos Jogos Olímpicos, Isaquias Queiroz ainda pode vencer muito pelo Brasil. Com apenas 22 anos, o canoísta agradeceu muito ao Comitê Olímpico Brasileiro e a torcida presente na Lagoa Rodrigo de Freitas para apoiar a canoagem brasileira.

“Estou satisfeito, muito feliz por esse feito histórico. Vim pra cá com um objetivo. Devo tudo isso primeiro ao COB, porque sem ele esse treinador maravilhoso, o Jesus Morlan, não teria vindo ao Brasil para me dar essa oportunidade de fazer história dentro de casa”, afirmou o atleta à rede Globo após a prova. Assim como diversos outros treinadores, o espanhol Morlan fez parte do programa do COB para elevar o nível dos atletas brasileiros.

Isaquias também agradeceu muito a sua equipe. “Eu me sinto muito feliz por ter quebrado esse recorde. Mas não é só eu, a equipe toda está de parabéns. Sem eles, eu não teria conseguido. Se tivesse sozinho, não teria conseguido ganhar essas três medalhas”, acrescentou.

“Ganhar duas medalhas em casa já é um feito histórico, imagina três. É maravilhoso dar essa alegria ao torcedor que veio e lotou”, completou o atleta. Além da prata no C2 1.000m, o baiano de Ubaitaba também levou a prata no C1 1.000m e o bronze no C1 200m.

Parceiro de Isaquias na canoa dupla, Erlon de Souza também exaltou a ajuda que o apoio do torcedor brasileiro trouxe. “A torcida nos ajuda muito nos 200m, 300m finais. Elas nos levanta, a gente sente até um certo arrepio durante a prova com a emoção que a torcida brasileira nos passa”, colocou o atleta.

Também presente no time brasileiro da canoagem em Londres 2012, Erlon também escreveu sua história e conquistou sua primeira medalha. “É uma prata com gosto de ouro, tenha certeza disso”, colocou o canoísta.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.