Futebol

Marta lamenta derrota, mas foca na conquista do bronze olímpico



A dor da derrota para a Suécia nos pênaltis, resultado que tirou o Brasil da briga pela medalha de ouro, ficou estampada nos rostos das jogadoras brasileiras. Líder da equipe e eleita cinco vezes a melhor do mundo, Marta abriu a série de penalidades, que contou com a atacante Cristiane como a única a errar.

Camisa 10 da Seleção, Marta se mostrou muito emocionada com a derrota. A craque já havia batido na trave duas vezes, perdendo duas finais consecutivas para os Estados Unidos, em Atenas 2004 e Pequim 2008.

“A gente sabia que elas iam entrar dessa maneira, o jogo delas é esse, é a única maneira de tentar chegar o mais longe possível. A gente deveria ter feito durante a partida, porque pênalti é loteria. Assim como ganhamos da Austrália, elas poderiam ganhar da gente, e foi o que aconteceu”, disse a craque em entrevista ao SporTV.

Herói da classificação contra a Austrália, quando defendeu duas cobranças de pênaltis nas quartas de final, a goleira Barbara fez sua análise do duelo contra a Suécia. “Acho que, infelizmente, a gente não teve tanta sorte quando no jogo anterior, contra a Austrália. Lutamos de igual para igual, elas foram excelentes também, fomos para a disputa por pênaltis e infelizmente não tivemos essa sorte”, afirmou.

Apesar do resultado adverso, Marta mostrou otimismo e resolveu blindar o grupo para uma conquista da medalha de bronze. O duelo pelo terceiro lugar nos Jogos acontece nesta sexta-feira, na Arena Corinthians, em São Paulo.

“Nada vai tirar o brilho do trabalho que a gente fez durante o ano todo, estamos na briga pelo bronze e vamos entrar fortes. É difícil, está muito recente, é muito difícil pensar no que dizer para elas agora (para as jogadoras mais novas). Temos que tentar juntar os pedaços de tudo e ser fortes novamente para entrar e brigar pelo bronze”, comentou.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.