Aquáticos

Por falta de vento, Robert Scheidt tem regata decisiva adiada



Dono de cinco medalhas olímpicas, Robert Scheidt lutaria, nesta segunda-feira, por mais um pódio em Jogos Olímpicos, desta vez no Rio de Janeiro. Contudo, a falta de vento na Marina da Glória fez a regata ser adiada.

Robert atua na categoria laser masculino, a mesma que lhe rendeu dois ouros e uma prata. No momento, o atleta aparece na quinta colocação geral, somando 87 pontos perdidos, e luta pelo bronze. Com a alteração na programação, a regata da medalha será nesta terça, ainda sem horário definido.

Se Scheidt não foi à água, outros brasileiros competiram nesta segunda-feira. Fortes candidatas a conquistar medalha na classe 49er FX feminino da vela, a dupla Martine Grael e Kahena Kunze teve bom desempenho em duas das três regatas.

Nas duas primeiras disputas do dia, as brasileiras terminaram na terceira colocação. Na última regata, chegaram em 11º. Com os resultados, Grael e Kunze somam agora 46 pontos perdidos, três a mais do que as líderes gerais da competição, as espanholas Berta Betanzos e Támara Echegoyen.

Já na 49er masculino, os representantes do Brasil, Marco Grael e Gabriel Borges, não tiveram um bom dia. Nas três regatas, os donos da casa terminaram em 11º, 17º e 10º lugares, respectivamente. Distantes na luta por medalhas, os brasileiros estão em 10º na classificação geral, com 100 pontos perdidos. Os líderes são os neozelandeses Blair Tuke e Peter Burling, que estão isolados em primeiros com 28 pontos perdidos.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.