Atletismo

Alessandro Silva quebra recorde e é ouro no lançamento do disco F11



O Brasil conquistou mais uma medalha de ouro nas Paralimpíadas do Rio de Janeiro. Nesta segunda-feira, Alessandro Rodrigo Silva superou seus adversários e venceu a disputa do lançamento do disco da classe F11, para deficientes visuais, com direito a recorde paralímpico, com a marca de 43,06m.

A medalha de prata ficou com o italiano Oney Tapia, que arremessou 40,89m, e o bronze ficou com o espanhol David Casinos Sierra, que obteve a marca de 38,58m. O recorde mundial da prova pertence a outro atleta da Espanha, Alfonso, Lopez-Fidalgo, cujo resultado de 44,44m perdura desde 1998.

A vitória foi muito comemorada por Alessandro Silva, que manteve a liderança do ranking mundial com o resultado. O atleta contou que o desporto paralímpico o ajudou a superar a desilusão com a perda da visão.

“Quando eu comecei a perder a visão, perdi o chão. Quase voltei a uma vida não muito legal, queria voltar a usar drogas, mas graças ao esporte… fui apresentado ao esporte paralímpico, as coisas foram encaminhando, passei por derrotas e vitórias. E, graças a Deus, consegui manter a liderança do ranking mundial com essa vitória, é muito maluco isso”, declarou ao canal Sportv.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.