Paralimpíadas

Brasileiro vai à final e garante medalha inédita do tênis de mesa no Rio



O brasileiro Israel Stroh conseguiu uma inédita classificação à final do tênis de mesa nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016. Neste domingo, ele chegou à decisão individual da classe 7 ao derrotar o chinês Shuo Yan por 3 sets a 2, com parciais de 11/7, 5/11, 11/8, 5/11 e 11/9.

Com a vaga na final, Stroh já tem garantida a primeira medalha individual do Brasil na história do tênis de mesa paralímpico. Na decisão, programada para esta segunda-feira, ele enfrenta o britânico William Bayley, que derrotou na semifinal o espanhol Garcia Morales.

“A gente está levando a coisa de uma forma muito natural, como qualquer outro jogo de tênis de mesa, em qualquer outra competição, embora a gente saiba que não é. Procuro ser o mais frio possível e acho que essa é uma das minhas armas: esquecer a dimensão que tudo isso aqui tem. Embora muitas vezes eu não consiga, busco fazer isso”, disse o brasileiro.

O Brasil ainda teve outras duas atletas jogando semifinais do tênis de mesa neste domingo. Bruna Alexandre fez jogo muito duro com a polonesa Natalia Partyka, líder do ranking mundial e medalha de ouro em Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012, mas acabou derrotada na classe 10.

A mesa-tenista europeia, que competiu nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, venceu por 3 sets a 2, com 8/11, 12/10, 9/11, 11/1 e 11/8. A brasileira agora joga pelo bronze contra a dinamarquesa Sophie Walloe.

Já Danielle Rauen caiu na semifinal da classe 9 para a chinesa Lina Lei, com 3 sets a 0, parciais de 11/1, 11/5 e 11/8. Na disputa do bronze, ela pega a polonesa Karolina Pek.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.