Atletismo

Fabio Bordignon conquista 25ª medalha brasileira; Rodrigo Parreira leva a prata



A primeira medalha do quinto dia dos Jogos Paralímpicos do Rio não demorou para sair. Na decisão dos 200m rasos da categoria T35 masculina, Fabio Bordignon correu bem e ficou na segunda colocação, garantindo mais um pódio para o atletismo brasileiro.

Com tempo de 26s01, o brasileiro ficou atrás do ucraniano Ihor Tsvietov, que cravou 25s11 e ainda bateu o recorde paraolímpico da modalidade. O argentino Hernan Barreto cruzou a linha de chegada com 26s50 – sua melhor marca na temporada – e completou o pódio da prova.

A prata de Bordignon foi a 25ª medalha brasileira nos Jogos Paralímpicos do Rio. Fábio, inclusive, foi o primeiro atleta a conquistar duas medalhas nesta edição dos Jogos, já que o velocista também ficou com a prata nos 100m da T35.

“Foi todo um trabalho feito nos últimos dois anos. (A torcida) Foi muito motivadora, até porque a gente do paralímpico não tem como ter um publico desse sem ser na Paralimpíada. Eles me ajudaram muito nesse pódio. Eu sempre sonhei com um momento desse desde que comecei e após 9 anos de para-desporto realizei um sonho”, comentou o atleta ao SporTV após sua prova.

Rodrigo Parreira também fatura segunda medalha no Rio 2016

A terceira medalha da segunda-feira também saiu no atletismo. No salto em distância T36, Rodrigo Parreira conquistou a prata em uma disputa acirradíssimo com o australiano Brayden Davidson, com os dois atletas alcançando a mesma marca e a decisão indo para os demais saltos.

Após falhar sua primeira tentativa, Rodrigo saltou 5,62m e igualou o recorde paralímpico quebrado pelo australiano no salto anterior. Melhor segundo salto deu a liderança para Brayden.

Logo no terceiro salto, o brasileiro recuperou a primeira colocação com um segundo salto superior ao de Brayden, que voltou a conquistar a liderança na quarta tentativa. Sem conseguir melhores resultados, Rodrigo ficou com a segunda colocação. Roman Pavlyk, da Ucrânia, com 5,61m, fechou o pódio.

Além do pódio no salto, Rodrigo conquistou, na noite deste sábado, a medalha de bronze na prova dos 100m rasos T36.

No arremesso de peso, Mauro Evaristo de Sousa se superou na última tentativa e garantiu a quarta colocação na categoria F42. Alcançando marca de 13,59m, o brasileiro ficou próximo aos 13,91m do sul-africano Tyrone Pillay, medalhista de bronze. Aled Davies, da Grã-Bretanha, foi o grande campeão, quebrando o recorde paralímpico com 15,97m.

Terezinha Guilhermina, Jhulia Karol e Jerusa Santos vão às semifinais do 200m T11

Na classificatória dos 200m rasos feminino T11, três brasileiras conquistaram a vaga na semifinal da modalidade. Atual campeã da prova, Terezinha Guilhermina (25s07) venceu a quinta bateria e fez o melhor tempo da classificatória. Vencedora na série 3, Jerusa Santos (26s60) também garantiu uma vaga na próxima fase. Com tempo de 26s59, Jhulia Karol não venceu sua bateria, mas também se colocou na semi.

Outras atletas que também se garantiram na semifinal foram as chinesas Zhou Guohua e Cuiqing Liu, medalhistas de prata e bronze, respectivamente, nos 100m T11, e a britânica Libby Clegg, medalhista de ouro. Na final da prova de maior velocidade, Terezinha foi desclassificada na final e ficou fora da briga por medalhas.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.