Atletismo

Porta-bandeira do Brasil, Shirlene Coelho conquista medalha de ouro



A noite deste sábado foi responsável por contemplar a 5ª medalha de ouro do Brasil nos Jogos Paralímpicos de 2016. Pela final do arremesso de dardo F37, Shirlene Coelho, porta-bandeira brasileira na cerimônia de abertura, superou as adversárias e subiu ao lugar mais alto do pódio com o melhor lançamento de 37,57 m.

Rodrigo Parreira fatura o bronze nos 100m T36

Apesar de defender o título conquistado em Londres 2012, Shirlene não conseguiu superar a própria marca alcançada na última edição dos Jogos: o recorde mundial de 37,86 m. Completando o pódio aparece a dupla chinesa, Mi Na, prata lançando 30,18 m, e Qianqian Jia, com a melhor marca de 29,87 m.

“A emoção começou com a votação para porta-bandeira. Depois já com o Maracanã lotado e eu entrando à frente da delegação. E hoje, medalha de ouro no lançamento do dardo. Isso é inexplicável”, disse ao SporTV, logo após a prova. “O estádio estava um caldeirão. Estava maravilhoso. Eu que já participei em outras duas Paralimpíadas e eles gritando o nome das adversárias. Hoje eles gritaram para mim”, completou, valorizando a força da torcida.

Esta medalha foi a 19ª do Brasil nesta edição dos Jogos. No quadro geral, o país-sede aparece na quinta colocação, atrás de China, Grã-Bretanha, Ucrânia e EUA.

Teresinha de Jesus avança à final dos 100m T47

O atletismo brasileiro segue na luta para trazer medalhas para o Brasil. Teresinha de Jesus participou da prova classificatória e com muita dificuldade conseguiu lugar na grande final dos 100m T47, que será disputada neste domingo.

Disputando posição a todo momento da prova, com a neozelandesa Anna Grimaldi, conseguiu ficar com o terceiro lugar, fechando com o tempo de 12s86, dois décimos à frente de Grimaldi.

Pelo outro lado da classificatória da mesma fase, Sheila Finder garantiu a participação de mais uma atleta verde e amarela na grande decisão.

Autor: Redação Ferreguion

Tecnologia do Blogger.